quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Depósito Hominis Canidae: Burro Morto - Varadouro ( 2009)

Quando os caras do Noize falaram comigo sobre colocar uns discos nacionais e independentes que eu acho legal pra download por aqui eu pensei em 3 discos: O uhuu, cd novo da Cidadão Instigado, O Still Normal da Calistoga ( Dã) e minha terceira opção era o disco lançado esse ano, com novo mix da Burro Morto entitulado Varadouro!

Depois que vi na MTV a nova categoria do VMB de música Instrumental Resolvi falar da Burro Morto, banda paraibana que nem foi citada concorrendo na categoria mas que fez o melhor cd instrumental que eu ouvi esse ano...

O disco foi gravado e finalizado em 2008 e contém 7 faixas ( diferente do ep lançado anteriormente com o mesmo nome, que so trazia 4 faixas) das quais quatro estão disponivés para ouvir no myspace da banda: www.myspace.com/burromorto

Curtiu o Som?! Baixa ele ai: Burro Morto - Varadouro.rar

Mas se quiser adquiri o disco, aconselho muito, ele é vendido pela bagatela de 5 reais. E o mais legal é que a banda está para lançar outro disco ainda esse ano, que se encontra na pré-produção!

Querendo conhecer mais sons independentes nacionais e alguns gringos chega la e confere: http://hominiscanidae.blogspot.com , todo dia tem disco novo do cenário nacional!

18 comentários:

marcelo disse...

O visual loser-manos-revoltados da banda engana um pouco, os caras são bons. Não consigo não lembrar de Mombojó, não que isso seja ruim, na verdade tanto faz como tanto fez. Eles vão longe. E tenho dito. x]

19 de agosto de 2009 19:08
_zeke_against_ disse...

Cara, voce lembra do mombojo ouvindo burro morto?! Onde irmao?! Groove no mombojo? Sintetizador?! :S

hehehehehehehehe

Criatividade demais viu... :)

19 de agosto de 2009 19:44
Tiê disse...

mais que comentariozinho cu, do fulaninho aí de cima. semelhança com mombojó? visual loser-manos-revoltados? hahahahaha. realmente dá vontade de rir. pesquise um pouquinho, só um pouquinho, sobre as influencias da banda e verás que tua comparação é extremamente sem base. a qualidade sonora, os rítmos envolvidos, como por exemplo, o afrobeat e as influências groovejazzísticas vão muito a além das bandinhas que você, lamentávelmente, comparou.

19 de agosto de 2009 19:52
marcelo disse...

zeke:
minhas concepcoes de Mombojó sao: ambiente + improviso.
a musica ambiente é um gênero que incorpora elementos de unúmeros outros estilos, inclindo jazz, música eletrônica (sim, pode ter sintetizador sim), new age e até mesmo noise.
o groove, como estilo ritmico e "swingistico", possui sim parentesco com a musica ambiente, principalmente nas raízes e interligações com o jazz.
e obrigado pelo elogio :]

tiê:
comentariozinho cu eh o meu, e cometario cuzinho eh o seu.
se eu vejo semelhança com o mombojo é um problema meu.
se vc nao entendeu minha comparação ironica com o loser manos e a virtuaosidade da afirmação de q as bandas, além de nao terem nada haver, possuem qualidades musicas diferentes (se vc nao entendeu oq eu falei eu repito em palavras claras: burro morto é melhor)
eu conheço sim sobre as influencias da banda, eu pesquisei sim sobre as influencias da banda, se eu falei q "EU lembro de Mombojo" eh um problema meu, e nao das influencias da banda.
eu entendo q vc gosta muito de burro morto, e q, obvio, nao gosta de mombojo, mas guarde seus comentarios sobre qualidade musical para voce msm.
e da proxima vez evite comentarios com palavriado xulo, aki nao eh sua casa.

20 de agosto de 2009 07:21
Tiê disse...

bem... a ideia não era passar pra você que burro morto seria melhor que mombojo/loosermanos, até por que você deixou claro que gosta bastante da banda e acredita que eles iram longe, muito bom pra você.(voltando...) Mas sim trabalhar a respeito da comparação estética que você fez ex.: "visual loser-manos-revoltados". Diferente do que você pensa, gosto(fundamentando o gosto cria-se estética) e estética se discutem sim, você como membro de um coletivo que mexe com toda uma questão cultural e musical deveria ter noção disso. a discussão de gosto e estética engrandecem e muito, a riqueza e pluralidade de uma cena cultural. Não acho que você ame loooooooser manos(percebi claramente a ironia, e ainda participo da comunidade que leva esse nome, porém, o termo, junto a "revoltados" mostrou uma comparação muito pobre), nem que você morra de amores por mombojo,o que seria outro problema completamente seu. Não tenho ódio de mombojó, até que suporto(fui a dois shows em julho), acho que gosto de uma música deles, mas não enxergo sua comparação, principalmente, quando fala de musica ambiente, comparar essas duas bandas pelo prisma de musica ambiente, torna-se muito vago e sem critérios, como disse diego: muita criatividade(ironicamente falando). Quando não se enxerga essa tal comparação é benéfico o debate acerca disso. Outra coisa que não enxergo de forma alguma, nem parcial, nem definida em mombojó é o improviso.

o comentário de diego possui grande equivalência ao meu, somente a linguagem que não foi tão ofensiva. gosto de usar a linguagem que usei, pois incita o debate e também não acretido tanto no peso que os palavrões exercem na sociedade. Quando chamo de "comentáriozinho cu", poderia também ter chamado de comentáriozinho xulo, comentáriozinho merda, comentáriozinho ruim, comentário pobre, comentáriozinho indecente, comentáriozinho rídiculo, comentáriozinho desagradável... uma infinidade de adjetivos. muito me surpreende o seu conservadorismo com relação a palavrões, quem lê o seu profile esperaria outra reação.

"e da proxima vez evite comentarios com palavriado xulo, aki nao eh sua casa." pra essa afirmação eu lhe digo o seguinte. uma das grandes qualidades da internet em relação a outros meios de comunicação é essa interação, através de recursos como comentários, enquentes, etc. e comentários podem ser moderados, se você se sente ofendido ou acha que ofende ao público frenquentador do blog do seu coletivo, tens todo o direito de apagar. o blogger, um dos tantos "braços" do google, nos deu essa maravilhosa ferramenta que é a moderação dos comentários em um blog. quando acho necessário, sempre uso, mas sempre priorizo o debate.

obrigado pelo espaço cedido a discussão, espero que você não apaque meus comentários. ;**

20 de agosto de 2009 17:07
nãoseileianaminhacamisa. disse...

no dia que burro morto fica parecido com mombojó eu mundo de sexo.

20 de agosto de 2009 17:19
marcelo disse...

tiê :

1-
tiê: "o afrobeat e as influências groovejazzísticas vão muito a além das bandinhas que você, lamentávelmente, comparou."
marcelo: "eu entendo q vc gosta muito de burro morto, e q, obvio, nao gosta de mombojo, mas guarde seus comentarios sobre qualidade musical para voce msm."

esse é o contexto correto, não misture qualidade musical com relação música/estética se esse não é o intuito inicial dos comentários.

2-
você quer mesmo fomentar uma discussão em torno da minha opinião PESSOAL sobre o visual da banda? putz cara, para de pegar ar, isso não é um post oficial do coletivo nem nada. era só um comentário pessoal meu dizendo que EU achei eles parecidos com os caras do Los Hermanos em uma versão "revoltada". na verdade era mais uma referência a esse post (http://www.oinimigo.com/blog/?p=2490, vide Quem: Burro Morto -> Público) do que propriamente uma forma de bullying para com a banda.

3-
utilizo sim linguagem xula, vastamente inclusive, como muita gente poderia confirmar. a diferença é que eu escolho a hora e o lugar.

4-
cara, não estamos na quarta-série, porque dxiabos eu iria moderar o seu comentário? só pedi para que você evite comentários desse tipo porque sim, me ofendeu. se um dia eu for a sua casa você pode usar as palavras que você quiser comigo, mas em ambiente público um mínimo de respeito é necessário.

5-
na minha criatividade gigante (com ironias, para aderir a moda), ao ouvir Burro Morto eu LEMBRO de Mombojo. nao falei que era igual, nao falei que era parecido, nao falei que era a mesma coisa uma banda e outra, nem fiz um comparação entre eles.
ao comentar - direcionado ao zeke - sobre ramificação musical, estava apenas justificando a relação que eu criei em minha mente distorcida para chegar a uma ligação: mombojó -> burro morto.
se eu consigo pular de musica ambiente e improviso para groove e jazz, entao massa!
viva a criatividade!

abraço \o/

21 de agosto de 2009 07:03
nãoseileianaminhacamisa. disse...

"guarde seus comentarios sobre qualidade musical para voce msm."
poxa, achei que esse era um espaço para se COMENTAR sobre as postagens do blog.

comentar - v. tr.
1. Explicar, interpretando ou anotando.
2. Fazer comentário a.
3. Criticar.
4. Censurar.

criticar faz parte, heim. e como coletivo vocês deviam aceitar de bom grado todo tipo de comentário, tanto porque o de tiê foi sim um comentário construtivo.

21 de agosto de 2009 07:40
marcelo disse...

nãoseileianaminhacamisa. :

seu primeiro comentário deixou claro que você não leu toda a conversa.
seu segundo comentário deixou mais claro ainda que você não leu toda a conversa.

o que EU estou conversando com o TIÊ em nenhum momento insere o COLETIVO e a opinião do mesmo. as opiniões e pensamentos aqui propostos são de propriedade de MARCELO e TIÊ.

a partir do momento que ele se refere ao meu comentário para fazer críticas sobre o mesmo eu tenho sim o direito de dizer onde, por que, como me senti ofendido, e, principalmente, pedir para que o mesmo evite esse tipo de afirmação.

21 de agosto de 2009 07:47
nãoseileianaminhacamisa. disse...

li tooooda a conversa, mas não quis me meter no começo, mas me irritei profundamente com o fato de você não aceitar comentários construtivos. ai sim me meti no meio. sabe, marcelo, independente de ser SUA opinião você faz parte do coletivo, não faz? por isso devia rever seus conceitos sobre comentários. afinal, aqui é um espaço aberto aos leitores e você não vai ler sempre só elogios, seja menos cabeça quente, meu caro, leia com atenção os comentários e reflita com atenção também. não é porque alguém discordou de você que ele tá querendo brigar, opiniões são diferentes porque ninguém é igual.

21 de agosto de 2009 08:28
nãoseileianaminhacamisa. disse...

quem fala o que quer, ouve o que não quer.

21 de agosto de 2009 08:34
marcelo disse...

uaeuaeuhuhauhaeuhhaehuae
é vc nao entendeu ainda msm...

a conversa aqui relacionada diz respeito ao MEU comentario, em nenhum momento ninguem chegou a entrar nos limites ou mesmo mencionar o conteudo do post do coletivo.
entao é +- assim: a conversa NAO tem nada a ver com o coletivo. o comentario NAO tem nada a ver com o coletivo.

ahuuhaehahehaehuhuaehuaeae rindo muito

21 de agosto de 2009 09:30
marcelo disse...

só caso vc ainda nao tenha entendido o conteudo da conversa mesmo. só ressaltando: o q ta acontecendo aqui é q estou tentando defender a minha opinião, nao no sentido que eu ache que esteja sendo atacado, mas sim numa tentativa de explanar o meus pensamentos e explicar claramente q eu, como qlqr outro cidadao livre, tenho o direito de lembrar de mombojo ao escutar burro morto, tenho o direito de achar os caras do burro morto visualmente parecidos com os do los hermanos e, principalmente, tenho o direito de dizer q me senti ofendido com um comentario ou outro.

uhehahuaehuaeuuhaehuae *ainda rindo

21 de agosto de 2009 09:33
_zeke_against_ disse...

hahahahahah, To bombando no Noize hein?! Foi mal ai...

hahahahahahahahahahahahahahaha

Cara, eu nao vejo los hermanos no visual do burro morto, mas ai referencial é tudo, se o seu é los hermanos e mombojo blz.

Sobre o som, eu nao vejo nada que remete um ao outro mesmo, e mombojo nao é ambiente, voltamos aqui ao ponto de vista, eu vivi o pre mombojo, e no meu ponto de vista o mais perto que eles chegaram do burro morto foi na epoca que ainda eram playdamião e flertavam com o funk, alguma coisa do tipo...

heheheheheheh

:)

21 de agosto de 2009 18:54
Tiê disse...

diego fechou bem a pagina de comentários com esse ultimo. ao diginíssimo marcelo integrante do coletivo eu recomendo mais umas duas leituras do meu segundo comentário pra ver se assimila alguma coisa... seus comentários remoem, remoem e não dizem nada em cima de nada sobre nada. meu querido, não me venha com essa de que seu maravilho coletivo não se envolve nessa conversa. é muita inocência afirmar isso. Essa pagina de comentários é também uma oportunidade pra fazer você(s) crescerem culturalmente enquanto coletivo, debates assim engradecem a coisa. dizer que eu to pegando ar com isso é a mais pura vontade de fugir pela tangente da situação. muito pelo contrário tenho me divertido bastante, tem sido motivo de alegria pra mim ver uma pessoa dizer que tem como concepção de mobojó o improviso. é realmente criativo.

mais uma vez tenho que colar esse trecho "e da proxima vez evite comentarios com palavriado xulo, aki nao eh sua casa."

parece piti de gente fresca... hahahaha

comparar monbojó MUSICALMENTE a burro morto é o mesmo que enterrar a 14 palmos abaixo do chão tony allen, novos baianos, fela kuti, afrika 70, egypt 80, toda a nova cena de afrobeat(antibalas, nomo, souljazz orchestra, budos band, kokolo afrobeat orchestra, akoya afrobeat ensemble, Amayo's Fu-Arkist-Ra...) e deep funk, femi kuti, seun kuti.

22 de agosto de 2009 00:06
Tiê disse...

sim... quanto a "nãoseileianaminhacamisa" se intrometer nos comentários, não vejo problema album, pois estamos num espaço virtual que a ideia é justamente o intercambio de informações entre as pessoas que comentam. então, seu intrometimento na pagina de comentários, ou como você erroneamente chama de conversa(entre eu e você), é extremamente produtivo.

condidero a pagina de comentários como uma mesa onde pessoas fazem suas colocações e tem todo o direito de fazer colocações nas conversas alheias com intuito produtivo. jus ta men te o que aconteceu.

22 de agosto de 2009 00:20
marcelo disse...

zeke (ou diego):
cara, realmente é uma coisa particular, como vc msm falou "referencial é tudo". dando uma sacada no link q eu passei do blog d'o inimigo dá pra ver mais ou menos quais são os meus referenciais, quem é daqui e conhece as figuras do setor 2 entende e sabe pq eu comparei o visual deles com o de "loser manos revoltados".

qnto ao som do Mombojo, "mombojó - Surf / Ambiente / Banda de Improviso ", tá lá no myspace deles.

e pra fechar aqui os comentarios, novamente: eu nao quis dizer q burro morto é igual a mombojó, peço desculpas se a minha inocente declaração de "Não consigo não lembrar de Mombojó" causou essa discussão toda acerca das bandas. ao ouvir castelo de pedra eu lembro de mombojó sim, fazer oq.

tiê:
veio, teu comentario ta muito grande, vou ler isso não.

22 de agosto de 2009 21:28
Túlio disse...

hehehehe! Eu adoro briga em comentários de blog. Mas estão os DOIS errados. Burro Morto parece mesmo é com Burro Morto.

27 de agosto de 2009 16:24