terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Lei Rouanet dá "presente" para Mallu Magalhães

A Lei Federal de Incentivo à Cultura, a famosa Lei Rouanet, é cobiçada por todos os músicos, artistas e produtores brasileiros. Originalmente, a sua proposta é dar incentivo financeiro para aqueles que não tem condições de custear suas turnês, montar seus espetáculos e afins. Mas se eu te contar o que a Colunista da Folha de S. Paulo Mônica Bergamo publicou hoje, você vai ficar indignado. E se trabalhar na área vai querer dar um "Hound-House-Kick" na tela do computador.

De acordo com a jornalista, o governo disponibilizou R$ 778 mil para que a turnê do segundo disco de Mallu Magalhões seja realizada. E de acordo com o empresário da cantora, os shows terão ingressos com preços "populares", R$20.

Vale lembrar que a jovem revelação da música brasileira teve o seu álbum lançado pela Sony Music, uma das maiores gravadores do país. Ou seja, tem amplo apoio para que qualquer uma das suas atividades, sejam elas, shows, divulgação, transporte, hospedagem e etc.

Esta não é a primeira vez que a Lei Rouanet é destinada a quem não precisa. Em junho do ano passado, o cantor baiano Caetano Veloso, foi beneficiado com R$ 1,7 milhões para a viabilizar a turnê de seu disco Zii e Zie.

E a pergunta que não que calar: e os independentes, como ficam?


Fontes: Folha de São Paulo/Punknet

2 comentários:

Túlio disse...

E tudo continua na mais perfeita ordem no Brasil...

24 de fevereiro de 2010 04:09
Kurogane Higashi James Mizuki disse...

E tanta gente tendo projeto de 10 mil recusado, por causa de bobagem... vai entender viu...

9 de maio de 2010 12:45