quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Brunno Freire | Superjunk


















Brunno Freire foi convidado pelo Coletivo Noize para fazer uma exposição de seus trabalhos no Dezembro Noize, conheça um pouco sobre seus trabalhos e como ele começou.



Falando sobre os rabiscos:

Eu desenho desde moleque. Minhas principais influencias no começo foram os proprios desenhos da WaltDisney e Caverna do Dragão. Com o tempo foram surgindo outras coisas, como a Família Adams, eu lembro que adorava inventar a minha propria familia "Adams". Pirei muito nisso quando tinha uns 13-14 anos. Depois veio os Simpsons, Quarteto Fantástico, O Motoqueiro Fantasma e outras coisas que nem lembro mais.






















Depois, com o advento dos home computadores e internet discada nas casas da maioria das famílias da chamada Classe Média brasileira, descobri que haviam outras pessoas que pareciam que assim como eu também piravam em bolar desenhos estranhos e de aparencia descompromissada. Quase concomitantemente o skate e rock'n'roll me foram apresentados, e dai veio a curisidade de buscar novos trabalhos dos caras que faziam os desenhos dos shapes que eu via por ai e das artes dos discos que eu gostava. Essa foi minha escola.























Hoje tento continuar rabiscando sempre que posso. Experimentar com novos formatos, texturas, superfícies sempre foram minhas maiores motivações. O skate e o rock me mostraram as ruas através de uma perspectiva excitante. Então a coisa de colar meus desenhos na rua veio. Nem sabia que existia essa onda posters e stickers pelo mundo a fora. Só depois descobri que isso existia. E foi ai que pirei mais ainda nisso tudo. O Sesper, SHN, Stephan DoIt, Billy Argel, Obey, me influenciam muito até hoje.

Os desenhos estão presentes em minha vida desde criança e minha relação com eles sempre foi natural e descompromissada. Eu já fui daqueles que compram revistas de aula de desenhos. Mas achava um saco. As vezes conseguia terminar a aula, as vezes deixava o desenho tecnico de lado e me pegava a rabiscar outras coisas. Não percebia evolução. Por isso eu digo que não sou desenhista, só me expresso através dos rabiscos com a linguagem do que vejo e do que me atrai.



galeria?

http://www.fotolog.com/superjunk
http://www.fotolog.com/superjunk
http://www.fotolog.com/superjunk


8 comentários:

DoSol Records disse...

tem telea a venda de bruno? gostei dos trampos...

10 de dezembro de 2008 15:18
brunnoguilty disse...

Opa, firmeza?
Estou bolando ideias de como comercializar alguns trabalhos durante a expo na festa do Coletivo Noize. Outros trabalhos, por enquanto, ficam para fazer parte do meu cast.
Obrigado pelo elogio!
Nos vemos!
=]

10 de dezembro de 2008 17:13
Lado [R] disse...

nada de vendas. vc né punk não seu porra? vá pogar seu porra. vá pogar seu verme!

Rafael F.

10 de dezembro de 2008 17:33
olavo disse...

"você merece"!

10 de dezembro de 2008 19:42
Valeria disse...

nada de vendas. vc né punk não seu porra? vá pogar seu porra. vá pogar seu verme! [2]

Ps.: Eu que num comprava essa porquêra, depois vai que o cão atenta!

Outra referencia aos trampos de bubu no meu bobolog:

www.fotolog.com/barra_pezada

11 de dezembro de 2008 17:03
Ingrid disse...

Bubu meréce!! os desenhos são mui mui beloos!!

12 de dezembro de 2008 04:13
Círculo de Nerds disse...

Bubu, vende essas porra carai! Pra poder comprar um shape novo pros brodi!

suas linhas tortas me inspiram!
Dia 20 tentarei colar!

-Pedro Mendigo

12 de dezembro de 2008 04:25
peligro disse...

Irado

16 de dezembro de 2008 05:30